Loading
Repórter explica projeto que quer garantir opção por cesárea no SUS
FOLHA DE S.PAULO
Tue, 25 Jun 2019 09:00

Repórter explica projeto que quer garantir opção por cesárea no SUS

FOLHA DE S.PAULO
Tue, 25 Jun 2019 09:00

Segundo país com maior taxa de cesáreas do mundo, o Brasil poderá ter uma lei estadual que garante à gestante a opção pelo parto cirúrgico no SUS, a partir da 39ª semana de gestação, sem a necessidade de indicação clínica para o procedimento.

Repórter explica projeto que quer garantir opção por cesárea no SUS


Sem amparo científico, o projeto de lei da deputada Janaína Paschoal (PSL) avançou em regime de urgência na Assembleia Legislativa paulista e deve ir para votação em plenário nesta quarta (26).

A proposta divide associações e conselhos médicos. A Sogesp (Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo) diz que o projeto não tem evidência científica e pode estimular taxas indiscriminadas de cesáreas, o que traz riscos à mulher e ao bebê. 

Em comunicado, o Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo) defende o projeto de Paschoal, alega que se opõe à “vilanização” dos partos cesarianas e afirma que apura “inúmeros” processos de complicações médicas devido a uma “insistência” ao parto vaginal. 

A repórter Cláudia Collucci participa do episódio sobre o assunto.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:
Os episódios do Café da Manhã são publicados de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia, a partir das 6h.

O podcast é conduzido pelos jornalistas Rodrigo Vizeu e Magê Flores.
Brazilnews
No results found.