Loading
Banhista resgatado do mar em Lagos levado para hospital em estado grave
Jornal de Notícias
Thu, 25 Apr 2019 18:24

Banhista resgatado do mar em Lagos levado para hospital em estado grave

Jornal de Notícias
Thu, 25 Apr 2019 18:24

Hoje às 17:24A Polícia Marítima de Lagos resgatou, esta quinta-feira, um banhista do mar, na praia da Bordeira, no concelho de Aljezur, que foi posteriormente levado para o hospital em estado grave, anunciou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Banhista resgatado do mar em Lagos levado para hospital em estado grave


O homem, com cerca de 50 anos, esteve cerca de 20 minutos no mar sem ser localizado, mas acabou por ser "avistado dentro de água" e "recuperado para terra pelos nadadores-salvadores da viatura Amarok", veículo todo-o-terreno utilizado pelo Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) para prestar socorro nas praias, esclareceu a AMN num comunicado.
A mesma fonte disse que foram feitas "manobras de reanimação no local", juntamente com elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e dos Bombeiros de Aljezur, que fizeram depois o seu "transporte para uma unidade hospitalar em estado grave".

"O banhista que desapareceu na praia da Bordeira, em Lagos, é um homem de nacionalidade alemã e tem cerca de 50 anos de idade", referiu ainda a AMN num comunicado.

As autoridades receberam o alerta às 14. 15 horas e enviaram para o local elementos do piquete da Polícia Marítima de Lagos, uma embarcação semirrígida da Estação Salva-vidas de Sagres, os Bombeiros de Aljezur, o INEM e a Viatura Amarok do ISN.

A agência Lusa contactou o Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) para obter mais informação sobre o estado de saúde da vítima, mas fonte da comunicação da unidade de saúde respondeu que o CHUA "não presta informações sobre o estado de saúde de utentes" que ingressam nos hospitais Lagos, Portimão e Faro, as unidades que o integram.

A Lusa também tentou obter esclarecimentos do INEM sobre o incidente, mas sem sucesso.

O comunicado da AMN apenas refere que a vítima foi transportada para "uma unidade hospitalar em estado grave", sem precisar qual.