Loading
Ana Abrunhosa passa dos incêndios para Coesão
Jornal de Notícias
Tue, 15 Oct 2019 22:21

Ana Abrunhosa passa dos incêndios para Coesão

Jornal de Notícias
Tue, 15 Oct 2019 22:21

Alexandra FigueiraHoje às 21:21A forma como lidou com a reconstrução das casas na região Centro após os incêndios de 2017 mereceu-lhe por várias vezes elogios de António Costa.

Ana Abrunhosa passa dos incêndios para Coesão
Ana Abrunhosa era, até agora, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR-C). Assume agora uma pasta que já foi Unidade de Missão (da Valorização do Território), depois Secretaria de Estado (com o mesmo nome) e agora transforma-se em Ministério, da Coesão Territorial.

O desenvolvimento territorial, a coesão nacional e a descentralização sempre foram pontos fortes do discurso político de António Costa. Mas, até agora, pouco tem sido o impacto real nos territórios afastados mais do que 50 quilómetros do litoral. Agora promovida a ministério, abre-se a porta para um avanço concreto em prol da coesão territorial.
Na CCDR-C, sobretudo no cenário dos incêndios, Ana Abrunhosa mostrou ter capacidade de diálogo, para mobilizar vontades e ultrapassar obstáculos - e para aguentar a pressão mediática em torno das fraudes investigadas pelo Ministério Público, relacionadas com os subsídios para a reconstrução de casas.

Necessitará desses dotes para fazer avançar o seu ministério, até porque lhe faltarão instrumentos financeiros para executar a política.

A manutenção do Ministério do Planeamento nas mãos de Nélson de Souza garante que os fundos europeus do Portugal 2020 (e as negociações para o próximo) se manterão na mesma casa. E dificilmente as CCDR das regiões mais pobres (Norte. Centro e Alentejo) perderão controlo dos (atuais) cerca de sete mil milhões de euros vindos de Bruxelas para os programas regionais. Se se confirmar este cenário, será através da influência e capacidade de negociação que Ana Abrunhosa poderá deixar uma marca neste novo ministério.

Falta saber se se manterá a Secretaria de Estado da Valorização do Interior, até agora ocupada por João Paulo Catarino.